Minis zero

 

Impossível não concordar com:

 

"Na Universidade de Verão (...), a JSD (...) continua a insistir na “necessidade de adequar o ensino superior ao mercado de trabalho”, transformando o Ensino Universitário em nada mais que uma escola de formação profissional, condicionada pelas áreas com mais emprego. Retirando, portanto, a liberdade aos jovens para definirem o seu caminho (...). Outra ideia “brilhante” é a dos Mini-Jobs, uma espécie de variante dos recibos verdes."
publicado por Carlos Botelho às 02:01 | comentar | partilhar