A guerra das cleantech (II)

Antecipávamos em finais de Maio que a guerra comercial da UE com a China pelas cleantech (solar) estaria para breve. Conquanto a guerra ainda não esteja instalada, está já na antecâmara desde finais de Julho – com uma queixa apresentada à Comissão Europeia. Uma situação que parece preocupar de sobremaneira a chanceler alemã, que não a desejando, não deixa de avisar a China que tem de fazer concessões. Aguardemos por sexta-feira, data limite para a Comissão Europeia decidir se acende, ou não, o rastilho.

tags:
publicado por Victor Tavares Morais às 18:15 | partilhar