Sofre de "Doença Igualitária"? Obviamente que Sim!

Hidden Persuader, nos bichos carpinteiros, a propósito de Carolina Patrocínio e das cretinas declarações desta sobre a forma como, supostamente, se relaciona com a sua "empregada", jura, ao contrário de outros, que não sofre de "doença igualitária" e que, por isso, se está "borrifando" para a eventualidade da "criada" da mandatária da juventude de Sócrates lhe lavar ou não os "pés" ou lhe colocar ou não "a frutinha na boca". A propósito de tamanha indiferença, resguardada no uso de um tom que roça o sarcasmo, gostaria de notar duas coisas. Em primeiro lugar, que caso a criada fosse o autor, um familiar ou um amigo do post o sentimento de indiferença era bem capaz de não existir. Em segundo lugar, que Hidden Persuader vive bem com o facto de por aí haver muita gente que para poder ganhar um salário se veja obrigada a lavar os pés ou a colocar a fruta na boca a quem tem, que se saiba, cabeça, tronco e membros em perfeito estado de funcionamento.
Visto isto, se me perguntarem se sofro de doença igualitária, não apenas digo que sim como sou capaz de dizer que sofro da "doença infantil do comunismo".
publicado por Fernando Martins às 11:28 | partilhar