Ahmadinejad na TV

Os responsáveis do dito canal de televisão, aliás público, defenderam a sua iniciativa evocando um valor intocável como é, ou será, a liberdade de expressão e o facto de Ahmadinejad ser portador de uma mensagem de Natal verdadeiramente “alternativa.” Sendo certo que Ahmadinejad tem todo o direito de ser convidado para falar numa estação de televisão britânica e de aceitar tal convite, verdade também é que, para além de muitos outros considerandos, devemos ser sobretudo suficientemente lúcidos para perceber que o objectivo dos responsáveis do Channel 4 não foi defender a liberdade de expressão ou a relevância pública de uma mensagem de Natal verdadeiramente alternativa. O que os moveu foi a vontade de chocar, de provocar e, com isso, de conseguirem uma assinalável subida de audiências daquele canal de televisão, além da conquista de uma maior notoriedade interna e internacional. Quanto à evolução das audiências cabe perguntar se os britânicos farão a vontade aos responsáveis do Channel 4.
publicado por Fernando Martins às 01:08 | partilhar