Austeridade (3)

É ver o Primeiro-Ministro a responsabilizar a crise internacional. É vê-lo a confirmar que o mundo mundou anteontem ou coisa que o valha, que em Maio era uma coisa, mas agora é outra. É vê-lo apelar à responsabilidade, uma evidência para todos os que alinham com o PS e uma miragem para todos os outros que não alinham. É vê-lo, juntamente com o Ministro das Finanças, a pedir a colaboração do País e dos outros partidos. É vê-lo a apelar à manutenção do "nosso modelo de sociedade". É vê-lo e perceber que este governo chegou ao fim.
Ainda durará uns 10 meses, mais coisa menos coisa, mas politicamente chegou ao fim. Resta saber o que virá a seguir.
publicado por Miguel Morgado às 20:24 | partilhar