No mau sentido

Já que vamos andar o ano todo a celebrar o centenário da Iª República, convinha que ficasse claro se o que celebramos são os valores republicanos em si ou se a Iª República portuguesa como o regime que (supostamente) introduziu esses valores no país. A primeira hipótese ainda faz algum sentido (se com isso tirarmos lições para o presente), mas a segunda nem por isso, dado que a Iª República foi essencialmente uma sucessão de regimes mais ou menos autoritários, quase todos sob o domínio exclusivo do PRP. Nos discursos que ouvi hoje, o de Cavaco e o de Alegre, pareceu-me que a opção foi a pior: celebraram-se os valores republicanos a propósito da Iª República, algo comparável a celebrar a igualdade a propósito da chegada de Estaline ao poder – têm alguma coisa a ver, mas no mau sentido.
publicado por Alexandre Homem Cristo às 21:53 | partilhar