Os loucos anos 80 (102)



A vida vai torta
Jamais se endireita
O azar persegue
Enconde-se à espreita

Nunca dei um passo
Que fosse o correcto
Eu nunca fiz nada
Que batesse certo
(...)

Circo de Feras, Xutos e Pontapés (1987)

publicado por Paulo Marcelo às 17:17 | comentar | partilhar