Quarta-feira, 16.05.12

Eurolamentável

 

Estas declarações de Durão Barroso foram infelizes. Ainda há poucos meses a Comissão Europeia recordava que, em termos jurídicos, não é possível a saída do Euro sem a saída da União Europeia. Que economistas, comentadores, jornalistas e outros especuladores vaticinem a saída da Grécia do Euro é uma coisa. Já ouvir o Presidente da Comissão Europeia, orgão que deveria ser o guardião dos Tratados, defender tal solução é lamentável.   

publicado por Pedro Pestana Bastos às 10:23 | comentar | ver comentários (3) | partilhar
Terça-feira, 08.05.12

O fim do Euro - o debate

Quem é leitor do Cachimbo tem acompanhado os textos que o Pedro Braz Teixeira tem publicado sobre a hipótese do Euro acabar, ou de Portugal sair do Euro. As eleições em França e na Grécia trouxeram novos elementos para um debate que é cada vez mais pertinente.

Quem quiser debater com o Pedro Braz Teixeira este tema, está convidado para almoçar na sexta feira no Instituto Democracia e Liberdade.

Inscrição através do envio de mail para endereço que está no convite.

 

publicado por Pedro Pestana Bastos às 16:02 | comentar | ver comentários (3) | partilhar
Segunda-feira, 07.05.12

E na próxima greve, também vamos ter promoção ?

 

A paz social é, até agora, a nossa principal mais valia no cumprimemto do acordo com o triunvirato. De resto, o único episódio digno de relevo em que houve distúrbios sérios na actual crise decorreu no dia da última greve geral. Ora a greve geral foi um completo fracasso o que poderia significar uma contradição. Não creio.

Uma das grandes mais valias que Portugal tem para enfrentar a crise é o PCP. Sim o PCP, apesar de tudo, é um partido institucionalista que presta um relevante serviço na orientação dos protestos. As greves da CGTP são ordeiras, as manifestações são disciplinadas e não são toleradas violências. Num momento delicado como o que vivemos esta contestação ordeira é um tesouro que devemos preservar.

Quanto melhor correm as coisas ao PCP e à CGTP menos margem de manobra têm os arruaceiros que espreitam condições para a revolta. É por isso preferível que as greves gerais da CGTP não sejam um fracasso total e que as comemorações do 25 de Abril e do 1º de Maio decorram com dignidade. Greves totalmente fracassadas e festejos com as ruas vazias no 25 de Abril e no 1º de Maio enfraquecem a nossa extrema-esquerda institucional mas abrem espaço aos mais extremistas. Aliás já salivam. 

publicado por Pedro Pestana Bastos às 18:56 | comentar | ver comentários (15) | partilhar

Caos

 

Enquanto Hollande festeja na Bastilha na Grécia está instalado o caos total.

O Partido que ganhou as eleições, a Nova Democracia, obteve menos de 19% dos votos. Mesmo que se coligue com o Pasok (13%) tal significa que os partidos do "bloco central" passam de 77% em 2009 para 32% em 2012, e obtiveram tantos votos como a soma dos votos dos três partidos de extrema esquerda.

Por força de um sistema eleitoral bizarro que atribui 50 deputados de bónus ao partido mais votado, a Nova Democracia elege 108 deputados (58 por conversão directa de votos mais 50 deputados de bónus) enquanto o "Bloco de Esquerda" do sítio com 16,5% elege 52 deputados.

Mesmo com os 50 deputados de bónus e com o Laos e os Verdes a não entrarem no Parlamento por menos de 0.1% dos votos, uma eventual coligação entre a Nova Democracia e o Pasok reune 149 deputados no parlamento, ficando a dois deputados da maioria absoluta. Mas pior que número de deputados é a fraca legitimidade de um Governo que não chega sequer a assegurar um terço dos votos em urna, menos que a esquerda anti-resgate.

 

publicado por Pedro Pestana Bastos às 01:42 | comentar | ver comentários (7) | partilhar
Sábado, 05.05.12

Perguntas sem resposta

O Nuno Gouveia, que apregoa e liberdade e a concorrência, é livre de não permitir que comentem os seus posts. Já acho que mais estranho que os seus posts fechados a comentários terminem com perguntas. Quando fazemos perguntas devemos dar espaço para as respostas. A concorrência é saudável.

publicado por Pedro Pestana Bastos às 12:34 | comentar | ver comentários (2) | partilhar
Sexta-feira, 04.05.12

Coisas boas da polémica do Pingo Doce (iv)


 
publicado por Pedro Pestana Bastos às 19:43 | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Coisas boas da polémica do Pingo Doce (iii)

Há em Portugal Liberais com muita fé.

publicado por Pedro Pestana Bastos às 19:35 | comentar | partilhar

Coisas boas da polémica do Pingo Doce (ii)

Os empresários, mesmos os que admiramos,  também não contam a verdade toda. 

Ou alguém acredita mesmo que Soares dos Santos não sabia que as suas 369 lojas em Portugal iam colocar todos os produtos à venda no dia 1 de Maio a metade do preço?

publicado por Pedro Pestana Bastos às 18:51 | comentar | ver comentários (8) | partilhar

Coisas boas da polémica do Pingo Doce

Ficámos a saber que o estado tem uma organização que atende pelo nome de Observatório dos Mercados Agrícolas e Importações Agro-alimentares.

 

publicado por Pedro Pestana Bastos às 18:43 | comentar | ver comentários (4) | partilhar
Quinta-feira, 03.05.12

Le debat

 

No dia 22 de Abril 55% dos Franceses votaram à direita do PS. Em condições normais uma candidatura à direita do PS teria todas as hipóteses de vencer. A verdade é que à direita do PS, Villepin e Bayrou, tudo estão a fazer para que Sarkozy perca e cumpra a sua promessa de abandonar a política.

Quarta feira, num debate vivo, Sarkosy bem apelou aos franceses que votaram Le Pen e Bayrou, mas foi Hollande que cativou alguns desses votos ao ter referido que apoiaria uma mudança do sistema eleitoral por forma a conferir proporcionalidade na conversão de votos em mandatos. Costuma-se dizer que nas eleições francesas na primeira volta escolhe-se e na segunda exclui-se, e à direita há muito boa gente e querer ver Sarkosy pelas costas. Como eu os compreendo.

publicado por Pedro Pestana Bastos às 23:04 | comentar | ver comentários (5) | partilhar
Quarta-feira, 02.05.12

Pingo Doce FM

Só para ouvir isto valeu a pena a promoção do Pingo Doce do 1º de Maio.

publicado por Pedro Pestana Bastos às 19:56 | comentar | ver comentários (3) | partilhar
Terça-feira, 01.05.12

Portugal Doce

Na Albânia em 2003 uma cadeia de supermercados também colocou os seus produtos a metade do preço durante um fim de semana. No segundo dia da iniciativa várias lojas da referida cadeia foram saqueadas. Quem coloca à venda os seus bens a metade do seu preço não dá aos mesmos o valor que os mesmos "merecem".

Foi penoso ver algumas imagens do Pingo Doce, e lamento que o Sr. Soares dos Santos tenha optado por esta via, no dia 1 de Maio.

 

Adenda: Não Miguel não foram saldos. Aguarda então pela próxima greve da CGTP para fazeres as compras do mês...

 

publicado por Pedro Pestana Bastos às 23:37 | comentar | ver comentários (31) | partilhar
Sexta-feira, 27.04.12

Au revoir Sarkozy

 

Nicolas Sarkozy já perdeu as eleições.

Assustado com as sondagens que em 2011 vaticinavam Marine Le Pen na segunda volta, Sarkozy apostou tudo numa campanha à direita e tudo fez para evitar que Marine Le Pen conseguisse sequer ser candidata, (em França as candidaturas à presidência têm de ser subscritas por eleitos, e a Frente Nacional não tem eleitos suficientes para subscrever uma candidatura). 

Com esta estratégia Sarkozy pensou conseguir anular a candidatura de Marine Le Pen, permitindo centrar-se numa segunda volta na conquista de votos ao centro, designadamente dos franceses que votaram em Bayrou.

Sucede que Marine Le Pen resistiu e trepou até aos 18% o que obriga Nicolas a continuar a fazer campanha à direita nesta segunda volta. Consequentemente são os votos de Bayrou que neste momento estão mais incertos e divididos. Com 6,5 milhões de votos à sua direita, Nicolas Sarkozy não consegue ter um discurso centrista e Bayrou, que integra o mesmo partido na UE que Nicolas Sarkozy (PPE), não tem sequer argumentos para apelar ao voto em Sarkozy.

Acresce que Marine Le Pen joga tudo nas eleições legislativas de Junho onde tem possibilidade de, pela primeira vez, eleger um grupo parlamentar. Com a derrota de Sarkozy a direita irá ajustar contas e terá pouco tempo para se organizar, e a Frente Nacional terá mais hipóteses de eleger deputados mesmo em eleições com duas voltas. Nicolas está assim a ser vítima de uma estratégia narcisista que o conduz à derrota. Não deixa saudades. Au revoir. 

 

publicado por Pedro Pestana Bastos às 10:11 | comentar | ver comentários (16) | partilhar
Quarta-feira, 25.04.12

25 de Abril sempre (e com os mesmos)

Há uma grupeta em Portugal que se julga dona do 25 de Abril. Manuel Alegre é um deles, e quis fazer notícia ao informar que não ia participar nas comemorações oficiais do 25 de Abril. Sinceramente não percebo porque razão Manuel Alegre haveria de participar nas comemorações.

Manuel Alegre não é Deputado, não é ex-Presidente da República, não é ex-Presidente da Assembleia da República, não é capitão de Abril, não participou no 25 de Abril e não estava sequer em Portugal.

 

Mas a que título e porque razão é que Manuel Alegre iria participar nas comemorações oficiais do 25 de Abril ? 

publicado por Pedro Pestana Bastos às 23:56 | comentar | ver comentários (13) | partilhar
Terça-feira, 24.04.12

Paris e o resto

Confesso que me surpreenderam os resultados das eleições francesas. Não tanto pela escassa margem de vitória do candidato do PS sobre Sarkozy, mas sobretudo sobre a disparidade territorial do voto na Frente Nacional. Se em Paris cidade não passou dos 6% e ficou em quinto lugar (sexto em alguns bairros mais bourgeois), em Seine et Marne (departamento contiguo de Paris), atinge os  20%.

Na Vendeia, (historicamente o departamento mais à direita de frança), Marine não passa dos 15% mas no proletário Somme chega aos 24%.

 

publicado por Pedro Pestana Bastos às 19:45 | comentar | ver comentários (1) | partilhar
Terça-feira, 17.04.12

O fim de um cisma ?

*

 

Depois de acolher comunidades Anglicanas, o Papa recebeu hoje a confirmação de que o líder dos seguidores de Monsenhor Lefebvre assinou o preâmbulo doutrinal, no qual aceita o Concílio e o Magistério de todos os Papas. As notícias ainda são contraditórias mas já não há dúvidas que o Papa se impõe como um congregador firme.

 

Adenda: Aparentemente a resposta contem algumas alterações que irão ainda ser analisadas.

 

 

* Fotografia de 1988. Sagração pelo Arcebispo Monsenhor Levebvre de quatro Bispos em desobediência ao Papa João Paulo II.

publicado por Pedro Pestana Bastos às 23:05 | comentar | ver comentários (1) | partilhar
Quinta-feira, 12.04.12

Henrique Raposo no IDL

 

O Henrique Raposo está em grande forma e recomenda-se. Amanhã, sexta feira, temos a possibilidade de almoçar com o Henrique Raposo e de debater os desafios da AD para os próximos tempos.  A não perder.

publicado por Pedro Pestana Bastos às 11:48 | comentar | partilhar
Quarta-feira, 04.04.12

Um video apaixonante

publicado por Pedro Pestana Bastos às 15:00editado por Nuno Gouveia às 19:40 | comentar | ver comentários (1) | partilhar
Terça-feira, 27.03.12

Colocar Portugal nos carris

A decisão de acabar com o TGV para Madrid constitui uma oportunidade de ouro para terminar com a periferia ferroviária nacional.

Espanha investe na centralidade de Madrid e numa solução radial em que qualquer ligação de Portugal à Europa tenha de passar por Madrid.

Para Portugal o interesse é, essencialmente, promover uma ligação à Europa através do corredor Aveiro, Salamanca. As razões são várias:

Em primeiro lugar Madrid fica na latitude de Aveiro e não faz sentido que um comboio para Madrid "desça" à latitude de Setúbal para subir até à latitude de Aveiro.

Em segundo lugar uma via de altas prestações não é competitiva apenas para a ligação Madrid / Lisboa mas já o será se a linha servir também o Porto, Aveiro (e respetivos portos) com o consequente tráfego de mercadorias além Pirinéus.

Em terceiro lugar uma ligação pelo norte é, para os mesmos 640 kilometros, muito mais barata. (i) Até Aveiro o traçado da linha do norte pode ser aproveitado mesmo mudando a bitola e, (ii)  do lado espanhol está já concluída a ligação Madrid / Medina del Campo / Valladolid.

Em quarto lugar (e este é o ponto mais importante) a ligação ferroviária essencial para Portugal é (tal como foi o sud-express no século xx), a ligação do Eixo Atlântico a França pelo corredor Salamanca / Valladolid / Burgos / Vitoria / Irun.

publicado por Pedro Pestana Bastos às 23:02 | comentar | ver comentários (6) | partilhar
Sexta-feira, 23.03.12

Uffa...

 

Parece que as coisas não são como o Paulo Marcelo refere. O CDS e o PSD perceberam a tempo.

publicado por Pedro Pestana Bastos às 19:56 | comentar | ver comentários (8) | partilhar

Cachimbos

O Cachimbo de Magritte é um blogue de comentário político. Ocasionalmente, trata também de coisas sérias. Sabe que a realidade nem sempre é o que parece. Não tem uma ideologia e desconfia de ideologias. Prefere Burke à burqa e Aron aos arianos. Acredita que Portugal é uma teimosia viável e o 11 de Setembro uma vasta conspiração para Mário Soares aparecer na RTP. Não quer o poder, mas já está por tudo. Fuma-se devagar e, ao contrário do que diz o Estado, não provoca impotência.

pesquisa

 

posts recentes

links

Posts mais comentados

últ. comentários

  • ou podre
  • http://fernandovicenteblog.blogspot.pt/2008/07/si-...
  • O pagamento do IVA só no recibo leva a uma menor a...
  • O ranking tal como existe é um dado absoluto. Um r...
  • Só agora dei com este post, fora do tempo.O MEC af...
  • Do not RIP
  • pois
  • A ASAE não tem excessos que devem ser travados. O ...
  • Concordo. Carlos Botelho foi um exemplo de dignida...
  • ou morriam um milhão deles

tags

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

subscrever feeds