Avante

Apesar de já ter sido desmentida pelo governo, eu acho que o PS faz muito bem ao insistir  na clarificação da eventual (má) utilização dos serviços de informação (SI) para investigarem os negócios de Bernardo Bairrão. Pelos vistos a garantia  do presidente do Conselho de Fiscalização de Informações da República Portuguesa (um ex-deputado socialista) não lhe chega. Todo o cuidado é pouco e convém mesmo ter a certeza que não se utilizaram os SI com fins políticos destes organismos. Avance-se pois com a investigação  que dada a natureza do investigado se quer discreta. Aproveite-se já agora para inquirir acerca de outras alegadas (más) utilizações políticas dos SI.

publicado por Miguel Noronha às 11:20 | partilhar