Descalçar a Bota

Como era de prever, o Tribunal de Contas chumbou a "proposta de empréstimo" para pagamento de dívidas de curto prazo que o presidente Câmara Municipal de Lisboa, há já uns meses, diz considerar vital para o bom funcionamento da edilidade. A “proposta” em si mesma, segundo o Tribunal, não reunia os requisitos mínimos para ser considerada, quanto mais para ser aprovada. O Sr. Presidente, que chegou a dizer que a sua querida Câmara era “ingovernável” caso não beneficiasse do vital crédito, diz-se agora, e como seria de esperar, “solidário com os credores”. Resta-nos ver como é que esse grande político, para não dizer estadista, que é António Costa, descalça esta bota ou alguém lhe descalça a dita por ele.
publicado por Fernando Martins às 23:17 | comentar | partilhar