Há independentes e independentes

Há um independente fresquinho no mercado da política nacional. Palpita-me que será bem melhor recebido que o outro. À esquerda estas deserções costumam ser muito melhor compreendidas e acarinhadas.

tags:
publicado por Miguel Noronha às 15:06 | partilhar