Segunda-feira, 12.09.11

A urgência de liberalizar a legislação laboral

"The incredible shrinking Portuguese firm" por Serguey Braguinsky, Lee Branstetter e André Regateiro no Vox.eu

 

"Portugal was the third member to join the unenviable club of bailed-out Eurozone countries. This column explores one of the central weaknesses of the Portuguese economy – its low productivity. It finds that this is in part the result of the shrinking size of Portugal’s companies, which is in turn caused by distortions in its labour market that need to be fixed."

publicado por Miguel Noronha às 11:16 | partilhar
Quarta-feira, 25.05.11

Desinformação ou ignorância?

 

Helena André

Segundo garante a Ministra do trabalho, "o acordo com a troika aumenta protecção laboral". Em defesa da sua tese escolhe cirurgicamente duas medidas que não produzem qualquer efeito nesse âmbito uma vez que apenas respeitam à elegibilidade para o subsídio de desemprego (p21 alíneas 4.1.iii e 4.1.iv). E, já agora, nada diz de outras duas que reduzem a duração e o montante do mesmo (p21 alíneas 4.1.i e 4.1.ii). Convenientemente, esquece-se de referir as medias acordadas com a "troika" que produzem efeitos reais n  "protecção laboral" (ver pp 21-24 do MoU). Nomeadamente, a redução das indemnizações em caso de despedimento (pp 21-22 alínea 4.4) e a facilitação do "despedimento sem justa causa" (p 22 alínea 4.5). Na hipótese mais benévola (mais uma vez) Helena André demonstra desconhecer as medidas que afectam o seu sector. Também pode ser interpretado como uma tentativa deliberada de enganar os portugueses. Bem pode o PS reclamar-se o "garante do estado social". Os factos não comprovam a sua pretensão.

publicado por Miguel Noronha às 08:55 | partilhar
Sexta-feira, 20.05.11

Sem retorno

O momento mais alucinante do debate ocorreu quando Sócrates acusou Passos Coelho de "querer liberalizar o trabalho temporário". Não adianta. O nosso PM vive numa realidade alternativa.Quem ainda não se alheou por completo da realidade já deve ter ouvido falar da "explosão" das empresas de trabalho temporário em Portugal nos últimos anos.

publicado por Miguel Noronha às 23:21 | partilhar

Cachimbos

O Cachimbo de Magritte é um blogue de comentário político. Ocasionalmente, trata também de coisas sérias. Sabe que a realidade nem sempre é o que parece. Não tem uma ideologia e desconfia de ideologias. Prefere Burke à burqa e Aron aos arianos. Acredita que Portugal é uma teimosia viável e o 11 de Setembro uma vasta conspiração para Mário Soares aparecer na RTP. Não quer o poder, mas já está por tudo. Fuma-se devagar e, ao contrário do que diz o Estado, não provoca impotência.

pesquisa

 

posts recentes

links

últ. comentários

  • ou podre
  • http://fernandovicenteblog.blogspot.pt/2008/07/si-...
  • O pagamento do IVA só no recibo leva a uma menor a...
  • O ranking tal como existe é um dado absoluto. Um r...
  • Só agora dei com este post, fora do tempo.O MEC af...
  • Do not RIP
  • pois
  • A ASAE não tem excessos que devem ser travados. O ...
  • Concordo. Carlos Botelho foi um exemplo de dignida...
  • ou morriam um milhão deles

tags

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

subscrever feeds