Domingo, 27.01.08

Portugal e o Terrorismo: Reanálise, precisa-se

Sete dos 14 alegados membros de uma célula terrorista baseada em Barcelona, que foi desmantelada há uma semana pelas autoridades espanholas, estiveram em Portugal em 2006 e 2007 no âmbito de encontros religiosos (Carlos Varela/JN, 27.1.2008).
.
Hoje é um dia tão bom como qualquer outro para repensar algumas ideias estabelecidas sobre a relação de Portugal com o terrorismo transnacional. Destaco duas. A primeira é a de que somos apenas «um local perigoso de trânsito, de apoio» para falsificação de documentos, descanso e movimentos financeiros, como refere José Manuel Anes, vice-presidente do OSCOT.
A segunda é a de que pelo facto de a comunidade muçulmana ser pouco numerosa e «est[ar] bem integrada» em Portugal estamos relativamente protegidos de um eventual atentado terrorista, como nota Helena Rego do SIS.
.
A célula terrorista de Barcelona, como facilmente se percebe, colocou estes dois pressupostos em causa.
publicado por Joana Alarcão às 15:41 | comentar | partilhar
Sábado, 26.01.08

Allí hay mucha gente preparada

«"¿Por qué vamos a atacar en el metro de Barcelona y no en otro lado?", preguntó el suicida a su compañero de martirio, uno de los paquistaníes. "Porque si atacamos el metro los servicios de urgencia no pueden llegar. Nuestra preferencia son los transportes públicos, especialmente el metro", contestó al instante este último.»Regresso a este assunto: «el testigo protegido (...) ha revelado que el grupo lo integraban seis suicidas, entre los que se encontraba él mismo, y preparaba una oleada de tres ataques en España, uno en Alemania y otros en Francia, Portugal y Reino Unido. (...) Allí [Alemania, Francia, Portugal y Reino Unido] hay mucha gente preparada", aseguró uno de los jefes de la célula al testigo protegido» (El País online, 26.1.2007).
.
Em Portugal andamos a brincar com fogo, de forma descuidada e despudorada. No contexto pós-11 de Setembro, em que as premissas de segurança mudaram, quase diria por completo, ter serviços de informações que não podem legalmente fazer escutas é, no mínimo, ridículo e um sinal de profunda inconsciência. Como é possível?
publicado por Joana Alarcão às 17:31 | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Cachimbos

O Cachimbo de Magritte é um blogue de comentário político. Ocasionalmente, trata também de coisas sérias. Sabe que a realidade nem sempre é o que parece. Não tem uma ideologia e desconfia de ideologias. Prefere Burke à burqa e Aron aos arianos. Acredita que Portugal é uma teimosia viável e o 11 de Setembro uma vasta conspiração para Mário Soares aparecer na RTP. Não quer o poder, mas já está por tudo. Fuma-se devagar e, ao contrário do que diz o Estado, não provoca impotência.

pesquisa

 

posts recentes

links

Posts mais comentados

últ. comentários

  • ou podre
  • http://fernandovicenteblog.blogspot.pt/2008/07/si-...
  • O pagamento do IVA só no recibo leva a uma menor a...
  • O ranking tal como existe é um dado absoluto. Um r...
  • Só agora dei com este post, fora do tempo.O MEC af...
  • Do not RIP
  • pois
  • A ASAE não tem excessos que devem ser travados. O ...
  • Concordo. Carlos Botelho foi um exemplo de dignida...
  • ou morriam um milhão deles

tags

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

subscrever feeds